top of page

Estação da Reciclagem: CARE inaugura projeto com catadores individuais em Aracaju - SE

No dia 31 de outubro, foi inaugurado em Aracaju - SE, o projeto Estação da Reciclagem, com o objetivo de potencializar ainda mais a reciclagem e a atuação de catadores individuais na cidade.



A CARE - Cooperativa dos Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju, trabalha visando a geração de renda para famílias oriundas da antiga lixeira da Terra Dura. Com o objetivo de oferecer melhores condições de trabalho para catadores de materiais recicláveis e contribuir para a preservação do meio ambiente, retirando toneladas de resíduos das ruas por meio da coleta seletiva, a CARE agora traz para Aracaju uma nova prática que beneficiará a gestão dos resíduos na cidade, por meio do Projeto Estação da Reciclagem.


A iniciativa tem como objetivo, engajar os catadores individuais, até então não integrados às cooperativas, aproximando-os das centrais de triagem de materiais recicláveis e assim, aumentar o volume da coleta e, consequentemente, melhorar a renda tanto deste catador, como dos cooperados.


Para Darcio Ferreira dos Santos – hoje presidente da CARE e com 17 anos de atuação na cooperativa, a inauguração do projeto piloto e a parceria com o Mãos Pro Futuro são grandes conquistas. “Essa parceria é muito importante para desenvolvimento da cooperativa, agregando conhecimento, onde nossa parte administrativa trabalha de forma muito mais organizada e profissional, além de nos dar mais condições de trabalho com a aquisição de novos equipamentos e melhorando nossa infraestrutura. O projeto com catadores autônomos nos dá mais possibilidade de se aproximar dos catadores avulsos, dando mais oportunidade a eles e preços justos nessa categoria tão sofrida”.


“O Programa Mãos Pro Futuro é uma iniciativa que visa promover a inclusão social e econômica, com a geração de renda para pessoas em situação de vulnerabilidade, por meio da coleta, separação e destinação adequada de resíduos sólidos. O programa contribui para a conservação do meio ambiente e para a redução do desperdício, enquanto valoriza os catadores de materiais recicláveis, que são os principais agentes desse processo. Além disso, o programa ainda oferece capacitação, assistência técnica e apoio à formalização e à organização dos catadores, fortalecendo sua autonomia e cidadania.

Com o Projeto Estação da Reciclagem, que já opera em Londrina e agora também em Aracaju, visamos integrar os catadores individuais do município às organizações parceiras do Programa Mãos Pro Futuro, combatendo a informalidade na reciclagem, e aumentando o volume de resíduos coletados e triados no município.” disse Fabio Brasiliano, diretor de Meio Ambiente da ABIHPEC e Coordenador do Mãos Pro Futuro.


Confira as reportagens:

Bom Dia SE (TV Sergipe): https://globoplay.globo.com/v/12074292/

Jornal Aperipê (TV Aperipê): https://youtu.be/dzxxZHAdfls?si=1A5RWRxkThYGdD64


Patrulha da Xodó (Xodó FM): https://www.youtube.com/watch?v=QpwrYYObr3M

Cultura Notícias (Rádio Cultura): https://www.youtube.com/watch?v=jqD6kzuJAdU




Comments


bottom of page